Como lidar com workaholics?

Tempo de leitura: 4 minutos

Pessoas que dizem não ter tempo para nada, muito menos para dar atenção a qualquer um que lhes cruze o caminho, existem aos montes no mundo empresarial. Mas, às vezes você realmente tem um assunto substancial a ser discutido ou uma proposta que pode sim valer a pena um tempinho daquela pessoa. O problema é como convencer tal pessoa a lhe destinar uma parte de seus minutos.

O caminho pode ser simples e nem tão difícil assim, mas tudo começa a partir de algo que deve ser essencial em toda a sua carreira profissional.

 

MANTENDO A SUA IMAGEM COM CREDIBILIDADE

Credibilidade é uma coisa que nem todos têm, mas que todos querem ter. Então, prime desde cedo pela sua credibilidade, seja através de suas ações, através de sua postura. Não faça com que as outras pessoas pensem que seria perda de tempo passar um minuto conversando com você.

E como você pode fazer isso? Se apoderando de alguns capitais essenciais estabelecidos por Pierre Bourdieu: o capital econômico, o social e o cultural. Se aculture, não perca tempo com coisas que não vão te edificar. Procure sempre equilibrar e fazer crescer o seu capital econômico e nunca deixe de observar bem as suas atitudes no meio social, de modo que esta análise lhe permita sempre se desenvolver na comunicação com outras pessoas.

Ainda há o capital erótico que lhe permite ganhar uma atratividade e uma atração a mais perante as outras pessoas. Isso é muito importante. No mais, além de seu marketing pessoal, construa um nome nas redes sociais, mostre ser alguém com algo a dizer. Se esforce para deixar claro que nenhuma conversa pode ser perdida.

Mostre que você possui conhecimento. Isso já é um bom passo para ganhar uma aceitação prévia. Neste caso, quando você decidir iniciar um contato com uma pessoa conhecida por ser ocupada, ela não irá te descartar num piscar de olhos. Ao ver seu nome, ela irá dar uma chance.

 

UTILIZANDO O E-MAIL

Geralmente quando estamos atrás de pessoas ocupadas para manter um contato importante, mas não temos intimidade o suficiente para fazer uma ligação ou quando não queremos interrompê-la, utilizamos o e-mail. É até melhor, pois você pode abordar um assunto sem aquela pressa e a necessidade de uma boa oratória do outro lado do telefone, correndo o risco de ser reprovado caso a pessoa não goste do que estiver ouvindo.

No e-mail você poderá falar tudo sem interrupções. Mas, tenha cuidado com isso. Mandar um e-mail para pessoas ocupadas requer certo tato para que ele não caia na lixeira. Por exemplo, nunca mande e-mails sem assunto. Ele, provavelmente, será ignorado.

Durante a escrita da mensagem, seja claro, objetivo, sem enrolação. Aproveite para ser sucinto, mostrar logo o seu objetivo, pois ninguém quer perder tempo com palavras desnecessárias. Isso pode até irritar a pessoa.

 

REDES SOCIAIS?

Talvez você queira manter contato através das redes sociais. Aliás, todo mundo tem um perfil em qualquer uma delas hoje em dia. Mas, como você vai fazer para não ser ignorado. Certamente essa é uma opção que você só deve utilizar caso seja a última opção, pois a quantidade de pessoas que são ignoradas nestas tentativas não cabe nas estatísticas.

Então, evite publicar coisas no mural da outra pessoa, seja um adepto da conversa privada. E utilize as mesmas regras contidas no e-mail. Nada de textos extensos, deixe isso para conversas posteriores. Mas, incite a curiosidade e aborde o assunto de forma sucinta e convidativa. Caso a pessoa visualize e não responda, resta a você passar por cima do seu orgulho para que o seu objetivo seja alcançado.

Manter contato com pessoas ocupadas pode ser um martírio do qual muitos preferem abdicar quando podem, mas na maioria das vezes esse contato é muito necessário. E você, vem obtendo êxito nas tentativas de contatar alguém ocupado?

REDES SOCIAIS?

Se você realmente quiser conquistar a atenção de qualquer pessoa, inscreva-se na nossa lista VIP do Arte do Carisma e tenha acesso a uma palestra gratuita sobre como conversar com qualquer pessoa. Nele você vai descobrir como criar Conexão Genuína com as pessoas e como manter a conversa depois do primeiro “oi”.

Imagem: Pixabay.

 

 

Sobre Marcelo

MARCELO SOUZA é empreendedor, formado em Comunicação Social, estudante de Neurociências (UCAM), Master Practitioner e Trainer em Programação Neurolinguística com certificação internacional.